Dentistas especializados, pertinho de você!

Posts marcados ‘piercing’

O perigo dos piercings orais

Bonitos e perigosos – a moda dos piercings orais veio para ficar. Antes de perfurar sua língua, lábios ou bochechas leia atentamente as recomendações do Centro Odontológico Campeche!

Será que vale a pena?

Um piercing oral é qualquer argola, pino, anel ou outro artefato de metal ou acrílico que é colocado na boca como forma de expressão individual. Sucesso entre os jovens de todas as idades, esses tipos de piercing oferecem uma série de riscos. Por isso, é importante conhecer as recomendações do seu dentista.

Segundo a Dra. Érica Castro Cantarutti, especialista do Centro Odontológico Campeche, o dentista, por conhecer bem a sua boca, é o profissional mais adequado para alertar sobre os perigos desse tipo de perfuração. “Dificilmente um profissional de uma loja de piercings saberia alertar sobre esses riscos. Portanto, é importante consultar um profissional de saúde bucal antes de tomar essa importante decisão”, explica a dentista.

Vale lembrar que o período de cicatrização é lento e durante os dois primeiros meses todo cuidado é pouco. Ingerir alimentos líquidos nos primeiros dias, reforçar a higiene e evitar a retirada de “casquinhas” são algumas das dicas frequentes. Além disso, é importante saber o que pode acontecer se você descuidar.

Conheça abaixo os principais efeitos colaterais dos piercings na boca:

1. Infecções

A boca é habitat de milhões de bactérias, que podem causar sérias infecções depois de um piercing na língua, por exemplo. Por mais que o usuário mantenha a boca higienizada, será difícil evitar a penetração de bactérias nos furos.

2. Sangramento

A perda de sangue caso um vaso sanguíneo seja perfurado durante o procedimento de colocação pode ser difícil de ser controlada. É necessário que o profissional conheça bem a estrutura da boca e por onde passam os principais vasos sanguíneos.

3. Dor e inchaço

Esses são sintomas comuns dos piercings na boca. Cuidado se a língua inchar demais. Isso pode dificultar a passagem de ar e atrapalhar a respiração.

4. Dentes e gengiva danificados

O contato e possíveis acidentes com a joia podem danificar os dentes, principalmente aqueles com restaurações, coroas e jaquetas. Além disso, podem também machucar a gengiva e causar retração gengival. Esse é um problema que resulta em um sorriso deformado e torna os dentes mais vulneráveis à cárie e à periodontite.

5. Interferência com as funções normais da boca

As joias aumentam a produção de saliva, dificultam a mastigação, e ainda podem alterar o posicionamento da língua e atrapalhar a pronúncia correta das palavras.

6. Doenças transmissíveis pelo sangue

O Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos identifica o piercing da boca como uma possível porta de entrada para doenças como a Hepatite B, C, D e G.

7. Endocardite

O piercing oral pode causar endocardite, que é a inflamação das válvulas e dos tecidos cardíacos. A ferida causada pela perfuração dá às bactérias da boca a oportunidade de entrar na corrente sanguínea, podendo chegar ao coração.

Se mesmo após conhecer todos os efeitos colaterais, você ainda quiser perfurar a boca, lembre-se: não deixe de ir ao dentista se sentir qualquer tipo de dor ou algum outro problema.

Mesmo depois que a ferida da perfuração desaparece, ainda existe o risco de engolir peças soltas ou danificar seriamente os dentes.

Fonte:
Colgate – Saúde Bucal em Qualquer Idade
Anúncios