Dentistas especializados, pertinho de você!

Posts marcados ‘fio dental’

Boca Limpa, Coração Saudável

Muita gente não sabe, mas os micro-organismos nos dentes e gengiva podem aumentar o nível de colesterol ruim, além de agravar males do coração

Escovar os dentes e usar o fio dental todos os dias podem ajudar a prevenir doenças do coração


Estudos de diversas universidades brasileiras mostram que a periodontite (doença que afeta as estruturas de sustentação dos dentes da arcada dentária) tem relação com doenças cardiovasculares.

Pesquisadores da Universidade Estadual de Campinas (SP) observaram que 60% dos pacientes com vasos sanguíneos obstruídos, que precisariam de cirurgia para não infartar, tinham, em suas artérias, micro-organismos que entram no corpo através da gengiva. Esses micro-organismos atuavam como coadjuvantes na piora da saúde desses pacientes.

Outro problema foi encontrado no sangue dos pacientes. O colesterol ruim (LDL) estava presente em altas taxas principalmente no sangue daqueles pacientes que apresentavam inflamações na gengiva. E níveis altos de LDL podem contribuir para vasos sanguíneos entupidos.

A falta de higiene bucal pode prejudicar o seu coração:

  • Quando não são removidos pela escova de dentes e fio dental, as bactérias penetram a gengiva até chegar ao tecido conjuntivo, na raiz do dente. De lá, eles ganham acesso fácil à corrente sanguínea.
  • Além disso, esses micro-organismos possuem uma toxina que consegue aderir-se ao colesterol bom (HDL) e destruí-lo.
  • Com menos HDL para proteger as artérias, a quantidade do colesterol ruim (LDL) aumenta e acaba gerando riscos à saúde.

O jeito é prevenir-se com uma limpeza diária adequada e visitas regulares ao Centro Odontológico Campeche. Realize uma limpeza com um de nossos profissionais pelo menos uma vez por ano e controle eventuais problemas.

Quer ver como você mesmo pode cuidar dos seus dentes? Assista aos vídeos que selecionamos para você.

  1. Aprenda a usar o fio dental

  2. Higienize a língua logo após o uso do fio dental

  3. Escove os dentes adequadamente sempre após as refeições e antes de dormir.

  4. Use o enxaguatório bucal para finalizar a limpeza!

Fontes:
Revista Saúde, novembro de 2010
Youtube’s Vinagoncalves’ Channel
Anúncios

A Cárie

A palavra cárie, significa material deteriorado. E e isso mesmo que ela é: uma doença que causa a deteriorização dos tecidos dentários com a formação de um buraquinho, ou cavidade.

É um problema que atinge bilhões de pessoas há mais de 500 mil anos, de todas as raças, origens e idades. Estima-se que 95% da população mundial sofre desse mal. Você já teve cárie? Quer saber como ela se desenvolve? Veja o quadro abaixo:

http://www.colgateprofissional.com.br/pacientes/Carie-dentaria/imagem

Ficou complicado? Deixa que a gente te explica!

Principais causadores

A cárie é causada principalmente por higienização inadequada, alimentação e fatores genéticos.

  • Se a higienização não for bem feita, a cárie vai se desenvolver, porque as bactérias que se encontram normalmente na boca transformam alguns alimentos em ácidos que atacam a área externa do dente. Então, se a escovação não for ideal, os restos de comida ficam em contato direto com o dente, formando a placa bacteriana, que é o primeiro passo para a formação da cárie!
  • E adivinha quais os alimentos mais perigosos? Os açúcares! Tudo o que contém sacarose e frutose podem contribuir para a formação da cárie. Por isso, evite alimentos como refrigerantes, balas, doces, chicletes e chocolate.
  • Finalmente, ainda tem uma coisinha que pode causar cárie… a genética! Pois é, isso significa que o fato de seus dentes serem mais ou menos resistentes à cárie tem tudo a ver com os seus pais e avós!

Se ficar sem tratamento…

Se ninguém perceber que ela está ali, a cárie vai destruindo o dente aos poucos. Quanto mais tempo levar, pior fica! Aos poucos os dentes podem ficar cada vez mais sensíveis quando em contato com alimentos doces, frios e quentes. Quem já teve dor de dente sabe que não é nada engraçado!

Nos casos mais extremos, a cárie pode atingir a polpa do dente, onde estão os vasos sanguíneos e nervos. Quando isso acontece, a inflamação pode causar a morte desse tecido e o escurecimento do dente, podendo se tornar até mesmo um abscesso.

Aí, o jeito é tratar o canal do dente (endodontia). Portanto, o melhor é procurar o dentista antes que a doença chegue a esse ponto. Assim que você sentir dor quando for tomar algo gelado, quente ou doce, ou sentir algo estranho em seus dentes, corra para o dentista!

Como prevenir

A prevenção é sempre melhor que o tratamento, não é mesmo? Por isso, trouxemos algumas dicas para você!

  • Escove os dentes com paciência e cuidado, massageando bem a gengiva;

 

 

  • Use o fio dental todos os dias após as refeições, principalmente antes de dormir;

 

 

  • Evite o consumo excessivo de doces e bebidas açucaradas, como os refrigerantes. Se não conseguir deixar o chocolate de lado, prefira consumir sempre após as refeições e escove os dentes logo em seguida;

 

  • Se você tomou refrigerante, espere 15 minutos antes de escovar os dentes. Essa dica é importante, porque o refrigerante desgasta o esmalte dos dentes e se você escovar logo após o consumo, poderá intensificar esse desgaste;

 

  • Venha nos visitar a cada seis meses. Assim podemos acompanhar a sua escovação e diagnosticar a presença das cáries antes que elas virem um problema!

 

 

Viu? Agora ficou fácil se prevenir contra essa doença! Ficou em dúvida? Deixe o seu comentário que a gente te responde!