Dentistas especializados, pertinho de você!

Posts marcados ‘extraído’

Cuidados com os acidentados

O trabalho de um dentista quando acontece uma emergência é uma verdadeira corrida contra o tempo. Assim como nossos demais órgãos do corpo, há várias ocasiões em que os dentes precisam ser “salvos”.

Veja abaixo como o dentista trata dos mais diversos problemas causados por acidentes:

Dente com fratura pequena (lascado)

Se você não sentir dor e o fragmento for pequeno, fica ao seu critério decidir quando e como o dente deverá ser tratado.

Dependendo do tamanho , pode ser suavizada ou corrigida esteticamente. Outras opções podem ser o uso de facetas, coroas e restaurações. O seu dentista pode explicar sobre cada uma delas.

Se uma restauração ou dente artificial for fraturado, estes deverão ser substituídos.

Dente com fratura grande

Esses dentes devem ser restaurados assim que possível, para se evitar danos posteriores. Pode ser necessário um tratamento de canal (endodontia) ou fazer a extração do dente.

“Uma fratura grande ou mesmo se o dente estiver trincado geralmente significa que uma porção significativa da coroa do dente foi atingida, o que pode até mesmo afetar o canal (o que chamamos de exposição pulpar)”, explica a Dra. Érica Castro Cantarutti, cirurgiã-dentista do Centro Odontológico Campeche. “Lembre-se de que as fraturas nem sempre são visíveis, mesmo por meio de radiografias”, ressalta a dentista.

Os sintomas das fraturas podem ser, principalmente, a dor durante a mastigação e alguma sensibilidade a alimentos e bebidas frias, em alguns casos até as bebidas quentes, bem como ao ar, e estes sintomas podem se intensificar com o tempo.

Dente extraído acidentalmente da boca (avulsionado)

O segredo para o sucesso na recolocação de um dente é reimplantá-lo no local de onde saiu o mais rápido possível. A cada minuto que passa, um número maior de células da raiz do dente morrerão.

Quando o dente for extraído, siga as nossas orientações neste post. Lembre-se que o dente deve ser segurado pela coroa, apenas, nunca pela raiz. E que não deve secar.

O êxito do reimplante é maior durante os primeiros 30 minutos, com boas chances ainda até duas horas após o trauma. Pode ser necessário que seu dentista faça um tratamento de canal (endodontia) uma ou duas semanas após o dente ter se estabilizado.

Dentes perdidos, seja por uma extração realizada por um dentista ou acidentalmente extraídos, devem ser substituídos.

Isto evita problemas como dificuldade de mastigação e de fala, alteração de posição entre os dentes remanescentes, disfunção da articulação, causados pela mastigação no lado onde há mais dentes, e um enfraquecimento do maxilar.

As opções para a substituição dos dentes podem ser próteses fixas, próteses removíveis e implantes.

Mandíbula fraturada

Se suspeitar que você ou qualquer outra pessoa esteja com a mandíbula fraturada, não a movimente. A mandíbula deve ser mantida em posição com um lenço, gravata ou toalha amarrada em volta do queixo e por cima da cabeça.

Compressas frias devem ser utilizadas para reduzir o inchaço, se houver. Dirija-se imediatamente a um hospital e chame seu dentista.

Outras Fontes:
Colgate